19.10.15

(a)temporal

quando achei que tu tinhas me tirado tudo:
sono
fome - que bom, estou mais magra!
silêncio
poesia
o amor - que agora é só teu!
tu me surpreendes tirando me o tempo:
foi como um sintoma de uma patologia mental: eram cinco da tarde e no segundo seguinte nove da noite. cena de filme, fade in, fade out. Você no papel principal, eu eterna coadjuvante, uma garota interrompida no meio da poesia.
talvez eu esteja mesmo enlouquecendo.
internem-me em você.